O gato que perdeu a cauda

Este fim‑de‑semana estivemos em Évora no Fórum cuid’art pararadioterapeutas organizado pela Associação Portuguesa de Radioterapeutas (ART) em parceria com a Associação Oncológica do Alentejo (AOAL).

No final deste dia foi apresentado o livro “O gato que perdeu a cauda” que surgiu de uma ideia de duas radioterapeutas italianas. Chegou a Portugal através da ART, a quem a Fundação Rui Osório de Castro e a Acreditar se associaram de forma a fazer chegar este livro às famílias das crianças sujeitas ao tratamentos de radioterapia. “O gato que perdeu a cauda” é uma história de esperança, coragem, medos e, como não poderia deixar de ser, com um final feliz.

Uma ferramenta de apoio para os pais explicarem aos seus filhos, através de uma metáfora, o que é a radioterapia, dando-lhes a coragem necessária, e procurando retirar os medos que são naturais, sem nunca falar em doença e cura.

O objectivo deste livro é ser distribuído gratuitamente nos vários centros de oncologia pediátrica do país.